Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/04/20 às 16h00 - Atualizado em 8/05/20 às 9h54

SDE instrui entidades de jovens empresários para facilitar créditos do BRB

COMPARTILHAR

Reuniões tem orientações sobre empréstimos e outras medidas para enfrentar crise.

 

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) reforçou hoje (dia 7) o pedido para que os empresários do Distrito Federal se organizem e encaminhem seus pedidos de empréstimo ao Banco Regional de Brasília (BRB) com todos os documentos necessários para facilitar a liberação dos recursos do Supera DF, linha de crédito de R$ 1 bilhão.

“Todos terão tratamento igual, grandes, pequenas e microempresas, para acesso aos créditos. Esses recursos são importantes em diversos aspectos, principalmente para custear a folha de pagamentos. Os recursos têm que estar rapidamente na conta dos empresários e peço a todos que se organizem com a documentação necessária”, disse o Subsecretário de Relações Produtivas da SDE, Márcio Faria Júnior, durante reunião virtual com empresários do DF.

Ele participou hoje de encontro com a Associação de Jovens Empresários e ontem (dia 6) à noite com executivos da Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem. O subsecretário participou das reuniões acompanhado de dirigentes do BRB, os quais explicaram as condições de acesso aos recursos do Supera DF.

O empresário que deseja tomar recursos para investimentos tem até 24 meses de carência e 60 meses para pagar, com juros de 0,92% ao mês. Os recursos para dívidas com cartões terão seis meses de carência e 36 meses para pagar a 0,80% de juros. Para capital de giro, haverá 12 meses de carência e até 48 meses para pagar, com taxas de 0,8% ao mês.

 

O BRB já atendeu a 1,3 mil empresas por meio do Supera-DF e, segundo balanço parcial divulgado na sexta-feira (3), foram liberados mais de R$ 100 milhões. Outra importante medida que faz parte do programa é a oferta de carência de 90 dias para pagamento de crédito imobiliário e outras linhas de crédito, inclusive a modalidade consignado.