Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/03/21 às 12h15 - Atualizado em 22/09/21 às 16h23

Empresas investirão recursos na criação de mais leitos no DF

COMPARTILHAR

“Essa atitude coletiva vai nos ajudar no ambiente de trabalho para que, até o final de março, todas as atividades estejam abertas com segurança”, afirmou o governador Ibaneis Rocha, em reunião com representantes do setor produtivo, na última sexta-feira (12/03). No encontro, foram apresentadas soluções e solicitado apoio do empresariado neste momento de crise gerado pela pandemia. “Estavam presentes empresários de todos os setores produtivos de Brasília no sentido de fazer com que se possa chegar através do diálogo a um consenso e a denominadores comuns para o combate a essa crise instalada. O que esse Governo busca é dar saúde, atenção e ter cuidado com a vida das pessoas!”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, José Eduardo Pereira Filho.

 

Ao longo das próximas semana, está previsto a colaboração do setor produtivo, junto ao GDF, por meio do Banco de Brasília, de uma unidade em conjunto ao Hospital Regional de Samambaia (HRSam), que acolherá cerca de 70 leitos. O valor para essa construção é de R$ 11 milhões, até o momento o GDF já arrecadou R$ 7 milhões. “Esse valor é com o hospital pronto e equipado”, pontuou o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

 

O grupo de empresariado presente na reunião fará as doações por meio da conta do Supera DF, que está dentro do Comitê Covid-19 criado pelo GDF. “O setor produtivo está unido, e vemos que o primeiro hospital está nascendo aqui”, destacou o empresário Paulo Octávio.

 

O governador Ibaneis Rocha também explicou aos empresários como acontecerá a ativação de 300 leitos distribuídos em três hospitais de campanha.  “Serão 150 leitos de UTI e 150 de enfermaria nas unidades que vão ser construídas no Ginásio Nilson Nelson [Plano Piloto], no Ginásio do Gama e no Sesi de Ceilândia”, detalhou Ibaneis.

 

Além do secretário da SDE, José Eduardo, estiveram presentes na reunião o secretário de Economia, André Clemente, o secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha, o secretário de governo, José Humberto Filho e o presidente da Federação das Indústrias do DF (Fibra DF), Jamal Bittar.

 

“É o momento de a sociedade trabalhar em conjunto”, ressaltou o presidente da Fibra.