Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/05/20 às 10h07 - Atualizado em 8/05/20 às 10h59

Começam as obras de drenagem no Polo JK

COMPARTILHAR

Programa  vai investir R$ 15,7 milhões na melhoria de infraestrutura para gerar emprego e renda

 

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico apresentou hoje (dia 7) o início efetivo das obras de complementação das duas etapas da drenagem do Polo JK, em Santa Maria. Consideradas fundamentais para melhorar as condições de implantação de empreendimentos que gerem emprego e renda, as obras são executadas pelo programa Procidades, da SDE.

 

O Governo do Distrito Federal vai investir R$ 15,7 milhões no empreendimento, recursos provenientes do empréstimo de US$ 71 milhões assinado entre o governo e o BID, com a contra partida de 30% do GDF. As obras serão executadas num prazo de 240 dias.

 

“Estamos criando as melhores condições para o bom funcionamento das indústrias, grandes centros de distribuição e empresas de outros ramos da economia já instalados ou previstos para o DF”, disse o titular da SDE, Ruy Coutinho.

 

Além da complementação da drenagem das duas primeiras etapas do Polo JK, as obras também preveem implantação de lagoas de amortecimento, construção de rede de interligação e lançamento final da Área de Desenvolvimento Econômico (ADE).

 

“Estamos acelerando a conclusão das obras para que as empresas se implantem o mais rápido possível, comecem a criar empregos e gerar renda no DF”, diz a subsecretária de Apoio às Áreas de Desenvolvimento Econômico da SDE, Auxiliadora França.

 

Criado para dotar as ADEs da infraestrutura necessária para atrair empreendedores de todo o país e até do exterior, o Procidades foi criado em 2017 e retomado como prioridade após a posse do governador Ibaneis Rocha e já concluiu obras no valor de R$ 3,9 milhões. Além destes empreendimentos, pouco mais de R$ 70 milhões já estão sendo desembolsados este ano. O GDF também já assinou contratos com valores acima de R$ 30 milhões com empreiteiras que estão iniciando as obras.

 

A previsão é de que o GDF invista mais de R$ 100 milhões em obras de infraestrutura nas Áreas de Desenvolvimento Econômico. São obras de pavimentação, asfaltamento, drenagem, implantação de rede de esgotos, ciclovias, praças e até instalação de uma subestação de energia com linha de transmissão para a utilização das empresas e das comunidades próximas às ADEs.