Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
31/05/19 às 12h47 - Atualizado em 2/07/19 às 16h52

COFAP libera R$222 milhões para financiar setor produtivo

COMPARTILHAR

Comitê recebeu 30 cartas consulta nos cinco primeiros meses do ano

 

Nos cinco primeiros meses deste ano o Comitê de Financiamento à Atividade Produtiva do Distrito Federal (COFAP) liberou R$222 milhões para viabilizar projetos de 30 empresas nos setores do comércio, serviços e produção rural. Os recursos são do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO). Após a decisão do conselho, os empresários ficam liberados para concluir o empréstimo junto ao Banco do Brasil ou BRB.

 

O COFAP é presidido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) e reúne-se a cada mês para deliberar sobre pedidos de financiamento de empresas, antes da conclusão final do processo pela instituição financeira. O comitê analisa as cartas consulta em quatro segmentos: Atividade Rural, Industrial, Comércio e Serviços.

 

O comitê só analisa projetos com valor total financiado acima de R$1 milhão. Tomar o empréstimo do FCO pode ser uma boa oportunidade para alavancar os negócios, já que a linha de crédito oferece taxas de juros mais baixas que as operadas no mercado e oferece maior prazo para o pagamento. O dinheiro do FCO é destinado pela União e serve para atender empresários instalados no DF ou nos 33 municípios que fazem parte da Região Integrada de Desenvolvimento do DF e entorno (RIDE).

 

Secretário Executivo da SDE e presidente do COFAP, Espedito Henrique Júnior aposta na eficiência do comitê para estimular a geração de emprego e renda. “Estamos trabalhando arduamente desde a posse do governador Ibaneis para poder proporcionar aos empresários do Distrito Federal o melhor ambiente econômico possível para os seus empreendimentos”, esclarece o secretário executivo da SDE.

 

O colegiado é formado onze membros e conta com representantes das secretarias de agricultura, ciência e tecnologia, sistema Fibra, Fecomércio e Câmara dos Dirigentes Logistas. Somente em 2018, o COFAP analisou 76 cartas consulta e liberou mais de R$562 milhões em financiamentos.